VISITANTES ONLINE

Usuários online

sábado, 11 de junho de 2011

ESTAMOS DE VOLTA

Depois de um periodo inativos devido a problemas técnicos, estamos reativando nosso blog, envie nos sua duvida será um prazer responde-los

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Anatomia e funcionamento do pênis!

Anatomia e funcionamento

 

01-Glande

Glande é a parte sensível do órgão sexual masculino, situada na extremidade do pênis, terminada pela abertura da uretra. Apresenta superfície lisa, contendo milhares de terminações nervosas responsáveis pela sensação de prazer ao toque

02- Uretra
A uretra é um canal que tem a função de expelir a urina desde a bexiga até o exterior do corpo. No homem, ela também serve para eliminar o líquido da ejaculação

03-Testículos
Os testículos são as gônadas sexuais masculinas, responsáveis pela produção das células de fecundação (espermatozóides). O homem possui um par de testículos que é protegido fora do corpo por uma bolsa chamada escroto.

04-Próstata
A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor do homem. Ela tem a função de produzir um líquido que se junta à secreção da vesícula seminal para formar o sêmen.

05-Corpos cavernosos
Os corpos cavernosos são um par de estruturas ocas, formadas de tecido parecido com esponjas. São essas estruturas que recebem o sangue responsável por deixar o pênis ereto.

06-Corpo Esponjoso
Está localizado na parte inferior do pênis e é formado por tecido erétil. Ou seja, a estrutura recebe sangue e também é responsável pela ereção.

07- Bexiga
Órgão humano no qual é armazenada a urina, que é produzida pelos rins. A bexiga está ligada a uretra, ducto que exterioriza a urina produzida pelo organismo.





MANUAL DO PÊNIS - PRA MENINAS hehehee

Olá  meus caros leitores, essa vai em homenagem as meninas e mulheres fiéis leitoras, MANUAL DO PÊNIS!


Tamanho é documento? É melhor ter um pênis grosso ou comprido? Minha ejaculação é normal ou gozo demais? Como devo acariciar o pênis para fazer meu parceiro gemer de prazer?
Se alguma vez na vida você já se fez uma dessas mundialmente famosas perguntas, o manual do pênis vai te ajudar a tirar muitas dúvidas, se livrar de algumas encanações e deixar o sexo muito mais gostoso e divertido.

Bem então vamos começar falando do tamanho do pênis,
Quem nunca questionou se o tamanho do pênis é normal que atire a primeira pedra. Afinal, esta é uma das grandes dúvidas que cercam a sexualidade masculina. Seja na adolescência ou mesmo na fase adulta, ao menos uma vez esta "nuvem negra" rondou a cabeça de um homem.
Certamente, uma das causas desta questão é a extrema preocupação que eles têm em relação ao bom desempenho na cama e o medo de "o amigo" deixá-los na mão. Outro fator que os deixam inseguros quanto aos "centímetros a menos" é a supervalorização do órgão sexual masculino, que acontece desde muito cedo, ainda quando garotos.
O urologista Cláudio Ambrogin diz que a média do pênis do brasileiro, quando ereto, é de 14,5cm com circunferência em torno de 2,5cm. "Um pênis é considerado normal se estiver entre 10,5 e 17,5cm de comprimento quando ereto. Menor que isso já pode ser considerado micropênis", diz.
"A causa de um micropênis está relacionada a uma deficiência hormonal", explica Ambrogin. Apesar disso, homens com pênis muito pequenos podem ter uma vida sexual absolutamente satisfatória. "Até quem tem micropênis pode ter relação e satisfazer a mulher, já que o mais importante para o prazer da parceira é a espessura", afirma o especialista.
Isso significa que tamanho definitivamente não conta na hora de dar prazer à mulher. "Para um bom desempenho sexual do homem não é o tamanho do pênis que faz a diferença, mas sim as preliminares", afirma o urologista Carlos Augusto Cruz de Araújo.
Além disso, ambos os especialistas não recomendam cirurgias que prometem aumentar o pênis, uma vez que elas não são reconhecidas pela Sociedade Brasileira de Urologia. "Não há como aumentar o pênis, além de haver a possibilidade de complicações cirúrgicas", diz Araújo. Ou seja, o risco é muito grande para pouco benefício.
Quem nunca questionou se o tamanho do pênis é normal que atire a primeira pedra. Afinal, esta é uma das grandes dúvidas que cercam a sexualidade masculina. Seja na adolescência ou mesmo na fase adulta, ao menos uma vez esta "nuvem negra" rondou a cabeça de um homem.
Certamente, uma das causas desta questão é a extrema preocupação que eles têm em relação ao bom desempenho na cama e o medo de "o amigo" deixá-los na mão. Outro fator que os deixam inseguros quanto aos "centímetros a menos" é a supervalorização do órgão sexual masculino, que acontece desde muito cedo, ainda quando garotos.
O urologista Cláudio Ambrogin diz que a média do pênis do brasileiro, quando ereto, é de 14,5cm com circunferência em torno de 2,5cm. "Um pênis é considerado normal se estiver entre 10,5 e 17,5cm de comprimento quando ereto. Menor que isso já pode ser considerado micropênis", diz.
"A causa de um micropênis está relacionada a uma deficiência hormonal", explica Ambrogin. Apesar disso, homens com pênis muito pequenos podem ter uma vida sexual absolutamente satisfatória. "Até quem tem micropênis pode ter relação e satisfazer a mulher, já que o mais importante para o prazer da parceira é a espessura", afirma o especialista.
Isso significa que tamanho definitivamente não conta na hora de dar prazer à mulher. "Para um bom desempenho sexual do homem não é o tamanho do pênis que faz a diferença, mas sim as preliminares", afirma o urologista Carlos Augusto Cruz de Araújo.
Além disso, ambos os especialistas não recomendam cirurgias que prometem aumentar o pênis, uma vez que elas não são reconhecidas pela Sociedade Brasileira de Urologia. "Não há como aumentar o pênis, além de haver a possibilidade de complicações cirúrgicas", diz Araújo. Ou seja, o risco é muito grande para pouco benefício.

CONFIRA A TABELA ABAIXO!!











terça-feira, 29 de março de 2011

PRIMEIRA POSTAGEM DE 2011

Olá meus caros leitores, nao pensei que os abandonei, pois fiquei um bom tempo sem postar, mas agora estamos de volta a ativa com o nosso blog de sexologia mais acessado do sul do Brasil.

Obrigado aos mais de 52.OOO acessos.




Quero aproveitar a oportunidade pra mandar um abração e os parabéns ao mais novo casal de 2011, e tbm amis novo casal leitor de meu blog, CRISTIANO SCHUMANN & VANESSA DIEHL, Q Deus abençoe a união de vcs.



ABRAÇOS

THIAGO SPÍNDOLA

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Um pouco sobre o corrimento vaginal

A saúde da mulher é um tema amplo, que dá a oportunidade de abordar os mais variados assuntos, ajudando na educação e prevenção de doenças. Para tirar algumas dúvidas, a ginecologista Dra. Rosa Maria Neme, diretora do Centro de Endometriose São Paulo respondeu algumas questões sobre corrimento vaginal, um dos temas que gera mais curiosidade entre as mulheres. Espero que as respostas da especialista ajude a tirar algumas dúvidas comuns.
O que é corrimento?
Corrimento é uma secreção que aparece na vagina e que pode ter vários aspectos em relação à cor e ao odor. Em geral, o corrimento contém fungos e bactérias, que estimulam as células da vagina e do colo do útero a produzirem esta secreção como uma forma de defesa do organismo.
Quando o corrimento é normal? Como identificá-lo em casa?  Em que época que ele aparece mais?
O corrimento normal é aquele sem cheiro, que não coça e que pode ter uma coloração parecida com a de uma clara de ovo ou um pouco mais branco. O corrimento aparece, preferencialmente, na época da ovulação, que corresponde ao meio do ciclo menstrual e pode se intensificar no período antes da menstruação. Algumas mulheres podem apresentar mais secreção em relação às outras, principalmente se estiverem fazendo uso de algumas medicações, como anticoncepcionais.
Quando o corrimento pode ser considerado anormal?
O corrimento anormal é aquele que tem uma coloração mais amarelo-esverdeada ou acinzentada e que pode provocar coceira e ardor na vagina. Nestes casos, deve-se procurar um ginecologista para avaliar qual a causa do corrimento e assim tratá-lo adequadamente.
O que fazer no dia-a-dia para evitar o corrimento?
Tudo que aumenta o calor e a umidade dentro da vagina pode predispor a um aumento do corrimento. Portanto, algumas medidas para evitar que ele aconteça são:
- Dormir sem calcinha, pois diminui o calor na vagina;
- Usar calcinhas de algodão (o algodão tende a esquentar menos que os tecidos sintéticos e, por isso, o fungo ou bactéria têm menor tendência de se proliferar);
- Utilizar sabonetes íntimos diariamente no banho (eles ajudam a manter a flora vaginal normal equilibrada);
- Não usar roupas apertadas, pois elas aumentam o calor e tornam a vagina um bom meio de proliferação dos fungos e bactérias;
- Não deixar a calcinha pendurada no banheiro (isso pode estimular a proliferação dos fungos e bactérias na calcinha);
- Secar bem os pelos da vulva, pois isso ajuda a diminuir a umidade desta região.
- Manter a flora intestinal equilibrada.
A alimentação tem algum papel importante?
O papel da alimentação equilibrada é manter a produção constante dos lactobacilos vaginais (que são as células de defesa da vagina) e manter o pH (grau de acidez) vaginal equilibrado, evitando a colonização de bactérias estranhas ao corpo feminino.

FONTE: http://femminina.wordpress.com/

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

SETE PECADOS CAPITAIS QUE MATAM O TESÃO

Buenas moçada , to aqui de volta, demorei? espero que não.
Bem vc sabia que existem 7 pecados capitais que matam o tesão???.

Não sabia? Pois é, Descobri da forma mais dificil, atravéz da experiencia propia, heheheh.

confira .

THIAGO SPÍNDOLA







sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A importância dos médicos ginecologistas

A importância dos médicos ginecologistas
Algumas mulheres inacreditavelmente não vão se consultar nos médicos ginecologistas. O que é uma grande irresponsabilidade das mesmas, ou mesmo das mães para com suas filhas. O médico ginecologista é aquele que cuida da saúde intima da mulher, desde a pré-adolescência até seus últimos dias de vida.
As consultas em um médico ginecologista devem começar na realidade, desde a primeira menstruação da mulher. Assim ele terá controle total sobre a sua saúde intima e ainda poderá tirar todas as suas dúvidas quanto ao assunto, neste começo de uma nova fase. A higiene intima é um assunto muito importante, e mesmo que você não apresente nenhum problema aparente, é preciso ir a um médico ginecologista, pois ele irá lhe alertar sobre os riscos de doenças, infecções, problemas, e tudo mais.
O ginecologista é de suma importância na vida da mulher, até mesmo no período de gravidez, pois ele cuida da saúde da gestante e também do filho, evitando uma gravidez de maiores riscos e também proporcionando confiança e paz a futura mamãe.
Nunca se esqueça disso, os médicos ginecologistas existem para serem procurados. Muitas garotas após a primeira relação sexual nem se preocupam em procurá-los, o que literalmente é uma falta de responsabilidade inacreditável, afinal de contas, além do fato de precisar se prevenir de doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, por exemplo, existe o fato da gravidez indesejada, que pode de uma hora para outra acabar com o futuro de uma adolescente. Então use sua sabedoria, e mantenha perfeitas as suas visitas e consultas a um médico ginecologista.

O que pode ser menstruação atrasada sem gravidez

O que pode ser menstruação atrasada sem gravidez
Se a sua menstruação está atrasada, e você não sabe o motivo, saiba que pode significar diversos fatores, caso você tenha a certeza que não é gravidez. O corpo humano é muito complexo, muitas vezes, coisas que nem imaginávamos pode resultar nos problemas que podem aparecer em nosso organismo.
A melhor  maneira de descobrir o motivo da menstruação ter atrasado é indo ao médico, pois problemas com a menstruação pode resultar em problemas mais sérios, por isso precisam ser tratados o mais rápido possível.
Você deve procurar se informar, para evitar desde o início qualquer enfermidade, como a Amenorréia, Insuficiência ovariana prematura, Oligomenorréia, Endometriose, entre outros problemas. O importante é cuidar de si mesma, e encontrar tempo para avaliar sua saúde.


THIAGO SPINDOLA

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O SEXO ESTIMULA O SISTEMA IMUNOLÓGICO

Algumas pessoas juram que o sexo é a maneira mais efetiva de se livrar de doenças mais leves, como gripe de fim de semana e coisas do gênero. Aparentemente, elas não estão completamente erradas. De acordo com uma reportagem da BBC, fazer sexo duas vezes por semana estimula o sistema imunológico.
É claro que isso não significa que, quando você estiver naquele estágio lamentável da gripe, você deverá partir para a ação. O sexo pode ajudar a prevenir a doença, já que suas células imunológicas ficam mais agitadas.
Além disso, o fato de que o sexo ajuda a aliviar a tensão quando você está estressado já é um benefício – o stress o deixa mais suscetível a doenças.
Há mais de um benefício para a saúde atribuído ao sexo. Confira:
Uma boa noite de sono – após o orgasmo, o organismo libera um hormônio relaxante, que causa o sono. E um sono agradável é responsável por outras coisas, como um peso saudável e pressão sanguínea controlada.
Bem-estar emocional – quantas vezes alguém está se sentindo horrível em um dia e, na manhã seguinte, aparece “satitante”? E quantas vezes é por causa do que “aconteceu na noite passada”?
Redução de dor – depois que os hormônios relaxantes são liberados, há um aumento de endorfina no sistema. A endorfina alivia qualquer dor que a pessoa possa estar sentindo, como dores de cabeça e os sintomas da artrite.
No entanto, uma diferença súbita na freqüência de sexo (para mais ou para menos) não é benéfica, pois pode causar danos na próstata. Sexo com mais de um parceiro também não é aconselhado por causa das doenças sexualmente transmissíveis. [Jamaica Gleaner]

APOIADOR SOCIO CULTURAL DO BLOG

Ola amigos leitores de Poa, quero apresentar a vcs um de nossos apoiadores socios-culturais de nosso blog, para que vc Porto alegrense possa desfrutar de todos os serviços oferecidos.

CONFIRA.

Adicionar legenda